2018 - Ser Múltiplo


                                                          Unidade e Multiplicidade




Arcanjo de 2018, crayon , por Ricardo Ribeiro Machado ©



    No ano que se inicia estão atuantes novas frequências universais, que atingem tanto ao nosso planeta coletivamente quanto individualmente a cada um. Elas nos identificam como seres únicos mas em conjunção com outros seres também únicos que estão todos unidos, se atraindo ou se repelindo, num complexo conjunto de relações e associações, por cumplicidade ou inimizade.
  Mas, antes de nos associarmos a outros , seja por empatia ou por um propósito comum, devemos estar conscientes do que somos e unir as diversas partes que compõem o nosso ser único, nos assumindo como uma individualidade onde se manifestam vários níveis de tons e frequências.
   Para isso devemos nos ver internamente e externamente, enxergar por inteiro toda a nossa complexidade, sem crítica nem julgamento, aceitar nossas aptidões e limitações, reconhecer nossas resistências e nossas fraquezas, sem apontar defeitos e sabendo que a parte que nos bloqueia num ponto pode nos levar a outro ponto onde podemos estimular o crescimento de várias outras partes. Aquilo a que fomos levados a ver em nós como mau e destrutivo pode ser uma base de evolução para construirmos algo muito mais forte e melhor para nós mesmos.
  Depois que fizermos essa conjunção e essa construção, pessoal e interna, podemos ir ao nosso externo e nos aliarmos a outros seres na mesma vibração que também contribuam para uma evolução pessoal mútua e coletiva, expondo o melhor de cada um enquanto expressão individual e única da consciência divina, numa comunhão que se multiplicará em grupos maiores e resultará num aprimoramento coletivo, cada vez mais amplo e intenso, acessível para toda a humanidade.
  Com isso desejo a todos um feliz 2018.


A Função do Anjo da Guarda





Anjo da Guarda , crayon, por Ricardo Ribeiro Machado© 




     Quando me perguntam para que serve o Anjo da Guarda me vejo obrigado a responder que ele não serve para nada, nós é que servimos a ele, pois ele é uma parte de nós mesmo, a parte melhor e mais evoluída, a nossa parte que é mais feliz , equilibrada, consciente de nosso valor, em paz com o mundo e aberta a todas possibilidades. Quando dedicamos as outras partes de nosso ser, nossa mente, nosso corpo e nossos sentimentos a nosso Anjo da Guarda , nossa vida melhora como um todo, nos tornamos mais leves, mais  confiantes, trabalhamos em nosso próprio benefìcio para manifestarmos o melhor em nós. Tudo em nossa vida passa a fazer sentido e a ter uma razão.




Anjo da Guarda , crayon, por Ricardo Ribeiro Machado© 



     A função do Anjo da Guarda, portanto, é apenas existir, estar lá sempre á nossa disposição pra ser acessado, num plano acima de nossa consciência mental e nosso ego, nos observando sem julgamento, serenos e amorosos. Quando você estiver em conflito, na tristeza, no ódio, na dor, no desespero, magoado e ferido, lembre-se que tem uma parte sua muito maior do que sua própria vida, ela está lá para ajudar você a ajudar a si mesmo, a reconhecer seu potencial e sua força, sua sabedoria e sua capacidade de amar e ser amado. É nele que reconhecemos o melhor de nós mesmos, nos aceitamos, nos perdoamos, nos amamos e encontramos nosso lugar no mundo .